• Português
apicultura

Da escolha sobre como obter as abelhas até as vendas, entenda as principais etapas para começar a trabalhar com apicultura

Para começar a trabalhar com apicultura, é necessário conhecer todos os processos que envolvem a criação de abelhas para fins comerciais, da escolha das colônias às vendas, e assim iniciar a produção de mel, pólen, geleia real e própolis.

Antes, é importante ter um panorama deste mercado e, segundo pesquisa do o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, o Brasil produz cerca de 40 a 45 mil toneladas de mel por ano, e o Rio Grande do Sul é o maior produtor nacional, com 8 mil toneladas anuais.

Agora, conheça as principais etapas para começar a trabalhar com apicultura!

Leia também: Apicultura: saiba como cuidar das colmeias no inverno

7 passos para começar a trabalhar com apicultura

Escolha como obter as abelhas

O primeiro passo para começar a trabalhar com apicultura é decidir sobre como obter as abelhas, em que existem 3 alternativas:

Comprar colônias já formadas de outros apicultores
Realizar a captura de colmeias da natureza
Atrair enxames

Monte a estrutura

Em seguida, é preciso montar a estrutura onde as abelhas irão ficar alocadas. Para isso, é necessário trabalhar com uma distância de 3 a 5 metros para cada conjunto de abelhas, que devem ser dispostos em cavaletes a uma distância de, no mínimo, 50 centímetros do chão.

Além disso, os quadros acoplados aos ninhos podem ser de madeira ou até melgueiras e telas de plástico polietileno para facilitar o dia a dia do apicultor.

Saiba como alimentá-las

A alimentação das abelhas se dá por meio de xarope a base de água e açúcar, fornecido em um período de 60 dias com trocas a cada 3 dias ou até o bife proteico, que é uma mistura de açúcar, proteína de soja, levedura, óleo de girassol, extrato de própolis, mel ou xarope de açúcar invertido e sal.

Multiplique as colmeias

A próxima etapa é a multiplicação das colmeias em que o apicultor identifica uma população volumosa de abelhas e uma rainha forte.

Essa técnica é essencial para a redução de custos e aumentar o enxame.

No entanto, o processo precisa ser realizado por um profissional especializado para evitar a produção de uma população de abelhas improdutivas.

Saiba como realizar a colheita de mel

Para trabalhar com apicultura é preciso saber realizar a colheita de mel. Neste ponto, é necessário retirar os quadros cheios das melgueiras das colmeias. Por isso, o apicultor, utilizando o garfo desoperculador, deve remover a cera de proteção dos favos para acessar o mel.

Em seguida, esses quadros são inseridos em uma centrífuga para separar o mel dos favos. Esse mel deve ser armazenado em baldes de inox e permanecer em um processo de decantação por 7 dias.

Após o período, o produto pode ser depositado em baldes de plásticos específicos para o armazenamento de alimentos.

Estimule a produção de própolis

Já a produção de própolis pode ser estimulada a partir da inserção de uma tela de plástico na parte de baixo das colmeias.

Desta maneira, as abelhas irão preencher naturalmente os buracos da tela com própolis.

Quando estiverem cheias, essas telas precisam ser levadas ao congelador para endurecer o produto e permitir sua extração.

Venda os produtos obtidos

Por fim, é o momento da venda! Neste ponto, para quem está começando a trabalhar com apicultura é importante unir-se a outros pequenos produtores a fim de obter vantagens nas negociações com o mercado.

O mel é um produto de grande demanda e, consequentemente, saída, especialmente quando comercializado em quantidades relevantes. Além disso, ainda é possível lucrar com a venda de própolis e cera.

Uma dica relevante ao pequeno produtor é se especializar em um nicho de mercado, como indústria farmacêutica, alimentícia ou até de cosméticos para direcionar sua produção para atender plenamente o segmento escolhido.

Saiba mais: Apicultura: o que todo apicultor deve saber?

Conheça a Giometti

Agora que você já tem as principais dicas sobre como começar a trabalhar com apicultura, é importante contar com uma empresa que forneça produtos e materiais de qualidade.

Por isso, a Giometti tem o grampo abelha para separar os quadros ou caixilhos de mel dentro da colmeia, obrigando as abelhas a construírem todos os favos na mesma espessura.

O grampo abelha Giometti também proporciona o espaço exato para o trânsito e trabalho das abelhas dentro da caixa.

É importante destacar que a Giometti tem mais de 120 anos de tradição no Brasil, com produtos de extrema eficiência e, principalmente, qualidade.

Entre em contato com os nossos especialistas e tenha os melhores produtos para trabalhar com apicultura!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp chat