• Português
farinha de arroz

Segundo a Associação dos Arrozeiros, intuito é popularizar a farinha e fazer com que as pessoas possam utilizá-la cada vez mais

Produtoras de arroz de Palmares do Sul (RS) decidiram fazer um livro de receitas substituindo a farinha de trigo pela farinha de arroz. A ideia surgiu da vontade de expandir esse tipo de farinha e torná-la mais acessível.

“O intuito é popularizar a farinha de arroz e fazer com que as pessoas possam utilizá-la. Tem muita gente que anda adoecendo com o glúten da farinha de trigo e a farinha de arroz é barata”, conta Livia Carvalho, diretora da Associação dos Arrozeiros, entidade que iniciou os trabalhos de inclusão dos derivados do arroz.

Lívia trabalha na associação há 5 anos e sua meta sempre foi desenvolver algo a partir do arroz e divulgá-lo para outras pessoas. “Depois de 1 ano na associação achei q tinha uma necessidade de ensinar as pessoas a trabalhar com a farinha do arroz”.

Como um meio de facilitar o processo, em 2015 a associação criou a Confraria do Arroz, que conta com 24 mulheres responsáveis pelas receitas do livro “Arroz e Farinha de arroz – Receitas Típicas do Litoral Norte Gaúcho”. Entre as receitas estão bolos, tortas, panetone e até pizza feita com a farinha. E o projeto rendeu tanto que o livro foi divulgado em outros países, como EUA, Canadá, Portugal e Espanha.

Foto:Associação dos Arrozeiros / Divulgação

Para além da divulgação internacional, elas não contavam com um apoio ainda maior da prefeitura da cidade, que recebeu representantes da Confraria para a entrega de 50 exemplares do livro. As produtoras ainda levaram uma discussão importante para Palmares do Sul, como o incentivo da realização das receitas nas escolas da região.

“Nós tivemos um encontro com o prefeito de Palmares do Sul para levar o livro e pedir para aprovarem o projeto da farinha de arroz na merenda escolar das escolas do Rio Grande Sul, o que diversifica a alimentação”, conta Anna Suzete, uma das participantes do grupo. “E nós até já fizemos alguns cursos com as merendeiras”, completa Lívia.

O projeto ainda está em avaliação, mas outras conquistas já foram alcançadas, como conta Livia: “há 2 anos conseguimos inserir a farinha de arroz na cesta básica e inaugurar um curso exclusivo para o arroz e a farinha do produto no Senar RS.”

O sucesso do projeto aumentou ainda mais a vontade de fazer a Confraria crescer. Anna conta que elas já estão procurando novos patrocínios para lançar mais exemplares do livro e também estão pensando em criar ainda mais receitas.

“É um trabalho de formiguinha”, diz Anna. “Essas mulheres são dedicadas a isso, estão todo o dia trabalhando”. E mesmo com a exaustão do dia a dia, a produtora não deixa de agradecer por fazer parte da Confraria: “as vezes a gente cansa, mas é muito gratificante.”

O livro ainda não está a venda, mas pode ser adquirido em PDF através do grupo no Facebook “Confraria do Arroz”.

 

Fonte: https://canalrural.uol.com.br/agronegocio/produtoras-criam-livro-de-receitas-culinarias-usando-apenas-farinha-de-arroz/

Imagem: https://tudoela.com/farinha-de-arroz/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp chat